quarta-feira, 24 de junho de 2009


Não vi o filme 'Loki'', mas me cansa essa adoração, essa babação de ovo generalizada em relação ao Arnaldo Baptista. Nunca achei os Mutantes musicalmente 'geniais', não glamurizo a loucura do personagem Loki e nem tenho saco pras suas ultrapassadas elocubrações viajantes/lisérgicas. Prontofalei!

21 comentários:

anna disse...

prontoedisse!

peri s.c. disse...

Pô que mau humor.
Considere que é uma babação menos perniciosa que a maioria das que rolam por aí. Eh, eh, eles não fizeram nenhum "Acústico-MTV".
Hoje mesmo fui procurar o dvd da apresentação deles em Londres, para o guitarrista aqui da casa mandar para a Itália, para o guitarrista de uma casa de lá, filho de uns amigos.

Neil Son disse...

olha peri, assisti a um show dos mutantes (esse, da 'volta'). o serginho segue como ótimo guitarrista, mas parou no tempo. e as músicas envelheceram, a tal da 'atitude' hoje parece risível. e a performance do arnaldo? bem..., em respeito ao ser humano, melhor deixar pra lá.

googala.opsblog.org disse...

Filme, Neil, é filme...

Cynthia disse...

Muito, muito off-topic : Neil é seu nome mesmo ? Porque eu venho te chamando por outro e não sei qual dos dois é o certo - ou se os dois são, e se forem, por quê.

:o)

Anônimo disse...

concordo com o Seu Neil. E peri, já vi alguns "acústicos mtv" bem bons, o do paulinho é um, só pra não deixar de citar.
tô esperando um post pro rei do pop!
beijos, Luisa

Tiago Ferreira da Silva disse...

Neil,

Eu até gosto de "Os Mutantes" mas os tempos são outros e toda aquela criatividade e experimentalismo dos anos 60 já não se enquadram com a realidade dos anos 2000.

A própria Rita Lee já deixou claro em entrevista que aquilo era uma criancice, uma descoberta; não há genialidade alguma, só um bando de garotos jovens explorando o campo musical influenciados pelo movimento hippie americano.

Quanto ao "Lóki?" chegou meio tarde demais. Mas, vá lá, não deixa de ser um bom disco. Já o filme, veremos... (você pelo jeito, não! hauaha)

peri s.c. disse...

Neil
Acho o "rock" nacional tão banal, tirando as quase-honrosas exceções, que ainda curto estas músicas e músicos deliciosamente meio-que-parados no tempo ( Pô, cara, que tempos! ) Prontofalei! ( também ).

Luisa
claro, foi uma generalização perigosa, o do Paulinho, ok. Gosto também daquele dos Paralamas.

Arnaldo disse...

Neilson,

Nunca achei muita graça nos Mutantes. No máximo, serviram para acompanhar o Gil em alguma música de festival. Sérgio toca guitarra direitinho como muitos outros. Rita Lee fez algumas músicas, como muitos outros e Arnaldo é muito chato, como muitos outros.

Neil Son disse...

cynthia: 'aquele outro' é meu nome mesmo; neil é uma singela homenagem a neil young.

Neil Son disse...

luisa: também gosto do acustico do lulu santos; e do gil; e da rita lee.

Neil Son disse...

peri: pra falar a verdade, prefiro a 'segunda geração' do rock brasileiro: som nosso de cada dia, made in brazil, scaladacida, tuttifrutti, o terço, por aí...

Neil Son disse...

é tiago, não vou me submeter ao martírio ingresso, fila de cinema, cheiro de pipoca na manteiga, estacionamento... pra ver o 'loki'. se e quando passar na tv, se eu não tiver mais nada pra fazer naquele momento, pode ser que eu veja.

Neil Son disse...

hehe, muito bom esse seu comentário, arnaldo. e da fase pós-mutantes, quem teve a melhor performance, sem duvida nenhuma, foi a rita.

Luiz Gómez disse...

Os mutantes não são musicalmente geniais?!?!?!

Discordo veementemente!

Quem fez rock melhor que eles nessas terras?

Quanto à adoração ao Loki, pleno acordo!

Luiz Gómez disse...

À propósito, a descrição do seu blog me lembrou algo que eu escrevi em algum momento, sei lá por que.

Fica como dedicatória anônima de um transeunte desses que a gente mal vê transitar pela rede!

Saravá

Luiz Gómez disse...

Faltou o link: dãr

http://blogdogomez.blogspot.com/2009/03/de-tudo.html

Abs...

Neil Son disse...

oi luiz gómez, obrigado pela visita e pelo comentário. tenho uma lista enorme de quem fez rock no brasil melhor que os mutantes: da 'bolha' aos paralamas (1a fase), do made in brazil ao som nosso, do manito ao erasmo carlos (1a fase solo), de ritalee & tuttifrutti a lobão. mas não dá mesmo pra comparar: era outra época, tinha muitas outras variáveis e componentes emocionais envolvidos - e tinha o visual, tinha a tal da atitude. mas o que falo é depois de tentar deixar todo esse 'resto' de lado e analisar friamente, só a questão musical, técnica. e aí, meu amigo, sobra pouca coisa. sobra o bom guitarrista serginho (bom como muitos), sobram algumas melodias do arnaldo (bonitinhas, não mais que isso), e só. é claro que posso discordar veementemente, também, da sua opinião, mas defenderei sempre o seu direito de expressá-la. abraçoaí!

Luiz Gómez disse...

Valeu Neil,

Viva a democracia.

Vou procurar alguns artistas que eu não conheço nessa lista, mas outros eu não colocaria no nivel dos Mutantes (Lobão, Paralamas - até pq na 1a fase eles eram mais reggae ou ska que qualquer coisa - etc.)

Quem eu achava muito bom era o SEcos e Molhados. Esses sim eram f...

Abs...

Luiz

gentil carioca disse...

Sons distorcidos, GUITARRAS ELÉTRICAS!!!!, noiva grávida com seringa espetada na barriga...dizem que sou louco...le premier bonneur de jour...
E quem é que há de negar que eles lhes eram superiores?
Vocês estão jogando no lixo toda uma geração de corajosos!!!Imagino que nesse caldeirão de etnocentrismos entrem também Hélio Oiticica, Glauber, a Semana de Arte de 22, Macunaíma, os russos todos em atual exposição no CCBB (imaginem só: uma tela com uma bola preta pintada no meio ser considerada arte!!), Bandeira, a pedra que um desvairado ousou colocar no meio do caminho...
Desculpem, mas meu fígado não anda muito bem.
De qq forma, o blog é bem legal.
Voltarei quando estiver me sentindo melhor...

Neil Son disse...

olá gentil carioca. não, não estou (estamos?) 'jogando no lixo toda uma geração de corajosos'... não há esse peso no que escrevi, o que escrevi não se estende a outros personagens, e nem tenho essa pretensão de condenar alguém ao céu ou ao inferno. é apenas uma irritação pessoal quanto a um tipo de loucura/doença que conheço bem e que presenciei de perto. não há nada de 'genial''ou de 'inspirador' na loucura do arnaldo. é na verdade uma triste vítima de uma época e, principalmente, de suas (dele) fraquezas e paranóias. tampouco estou julgando o cara, mas talvez julgue, sim, aqueles que o idolatram bovinamente. e em relação aos mutantes, minha crítica atem-se especificamente ao aspecto musical.