quinta-feira, 27 de setembro de 2007

Aqueles a quem amamos odiar


Quem? Os argentinos, é claro... Os brasileiros adoram passear pelo país vizinho – los alfajores con dulce de leche, a Livraria Atheneo, o Caminito, el Barrio de La Boca, Palermo, as compras na calle Florida, las parrilladas, o vinho (que melhorou muito nos últimos anos), Bariloche, e tanto mais... Ao mesmo tempo, chega a ser uma doença ainda não satisfatoriamente explicada, a necessidade que o brasileiro possui, de se afirmar perante ‘los hermanos’. Boa parte disso tem a ver com o futebol, é verdade, mas a coisa vai muito além. Há algum tempo, por exemplo, dá pra perceber nos cadernos culturais da nossa imprensa, uma ponta de inveja pela excelente produção recente do cinema argentino; e pra nos enlouquecer de vez, as mulheres argentinas de forma geral (na média, realmente muito bonitas), não parecem ter grande interesse pelo macho brasileiro. Não é nada fácil conquistá-las, digo eu... e talvez isso justifique o sucesso de um velho personagem do Jô Soares (no tempo em que era bom humorista e bem menos arrogante), cujo bordão era dizer que não havia nada como ‘una amante argentina...’ Essa esquizofrênica relação de amor e ódio, é lógico, explode com tudo no futebol. Senão, como daria pra imaginar que uma partida como a de ontem, entre São Paulo e Boca Juniors, por um torneiozinho vagabundo como essa tal de Copa Sul-Americana, tenha levado público recorde (no ano) ao estádio do Morumbi, e que as duas equipes tenham se empenhado como se fosse uma final de Copa do Mundo? Só mesmo essa patologia mal resolvida pra explicar o fenômeno... Mas enquanto busco essa tal explicação, com licença: FOI LINDA A VITÓRIA DE ONTEM!! VAMU SÃO PAULO, VAMU SÃO PAULO, VAMU SÊ CAMPEÃO!! AÊÊÊ

10 comentários:

Luisa disse...

Como vc é culto, Marcinho! Cada vez me admira mais o conhecimento que vc tem dos mais diversos lugares do mundo... mas é isso ai, pra mim, não precisa ir tão longe, pois, no que se trata de futebol, o melhor time do mundo está aqui do lado e, graças a deus, eu torço pra ele. É sempre maravilhoso ver esse time jogar. Ah, aliás, vc poderia gritar esse "vamo são paulo, vamos ser campeão" nos estádios, não é?

anna disse...

mesmo amando meu curíntia, babei de alegria ontem com a vitória do são paulo - belíssima porque aquele boca é foda mesmo - e do vasco que passou por riba do lanus!

peri s.c. disse...

Marcio
como você gosta de futebol e de BA, teve coragem de assistir algum jogo em La Bombonera ?

Anna

O Boca é o "curííííntia" de lá...

Neil Son disse...

Luisa: estadio de novo, só se o Brasil sediar a Copa de 2014 - e eu ainda estiver por aqui na época...

Neil Son disse...

anna: acho que o time atual do boca é ainda melhor que o do ano passado. não tem um craque como o riquelme mas apesar disso e por causa disso, é mais equilibrado e ainda mais difícil de ser batido...

Neil Son disse...

per: gosto de futebol e gosto de buenos aires, mas gosto ainda mais de estar vivo...

parangolé disse...

noite de gala na bambineira, bichardson e seus parceiros brilaram na passarela!
um luxo...

Neil Son disse...

paranga: quem me dera ter um time com 11 bibas saltitantes e eficientes como o Richarlyson. Respeito muito o cara - tem que ser macho pra caralho pra ser gay no mundo do futebol e ainda subir de produção absurdamente qdo todos passam a comentar o fato. Richarlyson na seleção! Está lançada a campanha!

Anônimo disse...

Véiu, te conheço faz tempo. Fui na maternidade quando seu filho nasceu e vi lá um bonequinho com a camisa do Santos. Virou casaca, mané?

GUGA ALAYON disse...

jogaço. Richarlyson na seleção!
abç