segunda-feira, 17 de setembro de 2007

A Dieta do Três




Em uma de minhas vidas passadas, trabalhei em grandes gravadoras de discos. Uma das minhas primeiras tarefas era acompanhar Waldick Soriano em uma série de entrevistas e visitas a rádios do ABC paulista. Antes, é claro, coube também a mim, montar a agenda do cara, entrando em contato com todas as rádios, marcando os compromissos, confirmando tudo com o artista, etc. Finalmente, marquei com o Waldick de encontrá-lo às 8 da manhã de uma segunda-feira no lobby do glorioso Hotel Jandaia - São João, quase esquina com Barão de Limeira. Chego lá e o cara da recepção me diz: ‘Seu Waldick tá ali no boteco tomando café’. Atravesso a rua e fico pasmo ao constatar que o ‘café’ do nosso herói era o seguinte: três copos (três!) de caracu com ovo (casca e tudo), batido no liquidificador. Me disse: ‘três vezes por semana é isso: três copos que me garantem, três vezes por semana, dar três sem tirar!’ O homi taí até hoje, né? Eta dieta poderosa!

29 comentários:

leila disse...

Adorei a história. Começou bem, Márcio!

anamoraes disse...

Grande Márcio!! Três sem tirar quase pouco de quase tudo! Que vengam mais três! Bjs
Ana Moraes

Ana Carmen disse...

Longa vida ao Quase Pouco de Quase Tudo!

Ótima história do Waldick, me fez lembrar do "glorioso" Hotel Gandaia.

franka disse...

e você não perguntou pra que servem as cascas? pra estalar?
hahahahahahahahaha.
seje bem vindo, neil.

françoise disse...

meu Deus, que história surreal. primeiro vc ter trabalhado com o waldick soriano. depois ele se hospedar no centro (coisa que hj não aconteceria) e esta dieta? pelamordideusssssss! isso vale um livro. rs

peri s.c. disse...

Sr. Neil, ah, ah, finalmente rendeu-se , hem ?
E não esqueça de pelo menos uma caracu com ovo por dia, um clássico muito falado e pouco provado, para mante-lo sempre ereto no universo blogueiro.
Um record, com apenas um post, já está eleito para os nossos poucos e bons favoritos.
Abraço

Anônimo disse...

uma dieta a se considerar, sr. son. entra agora no meu cardápio.

anna

luiz zine disse...

Tem futuro este menino! Dividas, conte, que nos choque, nos supreenda e sempre nos divirta. Mas acima de tudo, que te divirta. Welcome, Sir.

pecus disse...

O cara não é só fachada.

Neil Son disse...

Leila: e não é que o Waldick está conectado com a Califórnia?

Neil Son disse...

anamoraes: três e mais três e mais três, ad infinitum...

Neil Son disse...

ana carmen: e o gandaia ainda existe? e aquele jornaleco na rua ao lado, também ainda existe?

Neil Son disse...

franka: acho que é na casca do ovo que está o verdadeiro segredo da dieta do três...

Neil Son disse...

françoise: aguarde que vem muito mais por aí...

Neil Son disse...

peri: sua presença é uma honra! volte sempre, amigo!

Neil Son disse...

tá bom, anna, mas não vá exagerar muito nessa dieta, tá bom? hehe...

GUGA ALAYON disse...

Ueba, marcio!
Ele não é cachorro não. Demais
abraço

Neil Son disse...

luiz: desde que li a edição no. nove do seu zine, meus olhos ficaram azuis... tem cura? espero que não.

Neil Son disse...

pois é, pecus, é daquele tipo que mata a cobra e mostra o ... oops, me desculpe pela frase de efeito.

jayme disse...

Neil, Waldick é mesmo um dos modelos do macho brasileiro. Era hilário ver o cara falando do João Gilberto. Belo começo, rapá!

Neil Son disse...

guga: você lembra de alguma outra musica do cara, além do 'eu não sou cachorro não'???

Neil Son disse...

jayme: você, com franka e anna, são os padrinhos deste humilde endereço virtual. Gde abraço, amigo!

pecus disse...

Neilson, a cobra mesmo. Quem mata a cobra e mostra o pau é o enganador.

Alessandra Alves disse...

oba! esse blog promete. bem vindo!

Neil Son disse...

Alessandra: volte sempre!

jayme disse...

Em tempo, Neil: o outro sucesso era "A Carta": Amigooooo, por favor leve esta carta e entregue aquela ingrata e diga como estooou

Neil Son disse...

hahaha, sensacional jayme! a carta é um verdadeiro classico do nosso cancioneiro tosco!!

Ana Téjo disse...

Neil,
Parabéns pelo espaço.
Muito bom começo.
Agora, três Caracus com (três) ovos?! Pelamor...
Lembro de uma cena, acho que do Rocky 1 (um show de interpretação, como sempre, do Stallone), em que ele quebrava 3 ou 4 ovos dentro de um copo e bebia, sem bater nem nada. Sinto calafrio até hoje, só de lembrar. Pelo menos os dele não tinham casca.

paulammarques disse...

neil, valeu o atendimento aos apelos. belo blog!!! adorei a dieta caracu, apesar de não poder segui-la sob a pena de não dar nem pro cheiro. argh!!! mas o waldick é o waldick, né???