quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Grande Ronaldo!


Ontem foi um dia muito triste para quem realmente sabe apreciar o futebol. A nova - e mais uma vez muito séria - contusão de Ronaldo coloca em risco a carreira daquele que foi o maior centroavante que vi jogar. Em forma, Ronaldo é um atacante irresistível, espetacular. Os gols que já marcou pelo Cruzeiro, pelo Barcelona, pela Seleção Brasileira, pela Inter de Milão, pelo Real Madrid... um verdadeiro fenômeno, sem dúvida.

E há muito tempo me irrito com o desdém e o desrespeito da mídia brasileira - e de boa parte do público - com o cara. Em 2000, quando sofreu aquela terrível contusão no joelho direito, teve muita gente (médicos, inclusive) que duvidavam até que ele voltasse a andar normalmente. Jogar futebol profissional então? Imagina...

Mas com esforço impressionante e mais de um ano de dores lancinantes em sessões diárias de fisioterapia (de manhã, de tarde e de noite), Ronaldo ganhou a Copa do Japão/Coréia para o Brasil com dois golaços na final contra a Alemanha. Recentemente, quando Alexandre Pato estreava no Milan - e tinha toda a mídia 'babando ovo' a seu favor -, quem fez dois gols e deu o passe para outro? Ronaldo...

Entre os que vi jogar, apenas outro centroavante pode se equiparar a Ronaldo: Careca, que começou no Guarani de Campinas e teve passagem fulgurante pelo São Paulo, para depois formar memorável dupla de ataque com Maradona (no auge!), jogando pelo Nápoli. OK, tem também o Romário, mas este sempre foi um gênio dos pequenos espaços, matador infalível na área, mas os dribles em alta velocidade, a explosão muscular, o chute poderoso de fora da área... essas são características de Ronaldo e de Careca.

Infelizmente, acho difícil o Ronaldo enfrentar toda essa saga mais uma vez, para voltar a jogar profissionalmente. É uma pena, mas seja como for, seu lugar na galeria dos maiores jogadores de futebol de todos os tempos está mais do que garantido. Para sempre.



19 comentários:

Anônimo disse...

romper o patelar direito 2xs e o esquerdo tb... muito estranho, não?
parangolé

Gabriel disse...

Assino embaixo deste seu texto, pai. Sem tirar nem pôr. Eu lembro do Careca, mas não é uma memória muito viva. Lembro mais do clima de alegria que nossa tão são-paulina casa tinha quando o homem vestia a nove do tricolor. Agora, o Ronaldo... Eu fico injuriado quando vejo nego meter o pau nele. Ele tem uma força de superação, um caráter humano tão poderoso, que ninguém pode falar um "A" dele. Ele é gênio da bola e professor da vida. Sem contar que come mulher bagarai!

anna disse...

eu amo esse menino! o jeito, o futebol, o sorriso, os cabelos as vezes ridículos, a ex-mulher mãe do filhinho.
aquela do casamento no castelo
d-e-t-e-s-t-o!
vi a cena de dor dele.
tadim. essas dores são quase como ir ao inferno e ficar dependurado pela perna sobre o fogo. não queima, não mata, mas tosta e doi sem parar.

Neil Son disse...

pois é, marcelão, li no jornal hj que o excesso de anabolizantes (qdo tinha só 17 anos), corticóides e infiltrações nos 2 joelhos (pra aguentar as dores e jogar a Copa de 98) podem ter colaborado decisivamete para essas contusões estranhas. faz sentido...

Neil Son disse...

gabriel: mesmo com todas as mazelas e muitas vezes fora de forma (como em 2002), o ronaldo é o maior artilheiro da história das copas. o careca, infelizmente, se machucou às vésperas da copa de 82, cujo timaço (a melhor seleção que vi jogar) ficaria ainda mais incrível com ele no lugar do serginho chulapa, já pensou? e a questão das mulheres pesa contra o ronaldo nessa mídia esportiva chinfrim machista e racista que a gente tem, pode ter certeza!

Neil Son disse...

anna, o ronaldo, seu sorriso e seu cabelo esquisito são parte da história de uma das poucas coisas que esse país tem de melhor do mundo, o futebol. ele é um herói. e deixa a cica em paz, hehe...

GUGA ALAYON disse...

Chama a Cica pra ficar de enfermeira que sara. Senão a patela, a bengala...

Gde Ronaldo!

anna disse...

té tu, laiom?

agora, que o moço deve ter uma boa pegada, isso deve ter.

Neil Son disse...

quiáquiáquiá... muito bom!!! Gde GUGA!!!

Neil Son disse...

anna: o cara é ruim de joelho mas é bom de bengala!

Anônimo disse...

concordo com o texto tbm, pai. e ainda acredito nele, torço pra que ele consiga voltar. e nunca deixará de ser o fenômeno, embora muitos queiram chamá-lo de ronalducho ou ronaldo gordo.
força ronaldo!
luisa

jayme arantes do nascimento disse...

Neil, 100% de acordo, o Ronaldo é um exemplo de determinação. E mais: se não tivesse voltado daquele pesadelo no joelho, já seria considerado um dos maiores apenas com o que fez antes. Ter voltado já supera o estágio de craque, já o faz notável como ser humano. Não entendo a imprensa que o faz parecer um cara relapso.

Bom, eu não poderia aqui deixar de citar um jogador da elite do futebol brasileiro que você esqueceu de mencionar, talvez por DISCRIMINAÇÃO contra os leitores alvinegros da Vila famosa: COUTINHO! Aliás, Ronaldinho poderia ser chamado de Recoutinho!

Neil Son disse...

lu, fico feliz que vc acredite na volta do ronaldo e gostaria sinceramente de compartilhar esse sentimento. espero que vc esteja certa. beijo!!

Neil Son disse...

olá jayme, não citei o coutinho porque o vi jogar muito pouco, acho que apenas uma vez, e já no final de carreira. mas sei que foi sensacional - e não há discrimação aqui contra o santos ou contra qualquer equipe. antes de mais nada, gosto do futebol bem jogado; isso, pra mim, está acima das paixões clubísticas. gde abraço!

peri s.c. disse...

Neil

Concordo com o Jayme ( nós que somos testemunhas vivas da história do futebol, ok, reconheço não vimos Heleno de Freitas jogar ) acho que Coutinho foi melhor que Ronaldo ( e também que Romário ) e seu nome não brilhou tanto porque ali a seu lado circulava um tal de Pelé. Mas acho que o Careca foi o melhor de todos.

Quanto ao Ronaldo, tivemos um raro momento solidário neste país nesta última contusão dele. Acho que volta a jogar, em mais um desafio pessoal, mas nunca mais fazendo o que fazia. Curiosa insistência para quem vinha mostrando faz muito tempo um enorme tédio com o futebol.

Hélio disse...

É isso aí Neil, o que eu já ouvi de médicos e pessoas ligadas ao futebol profissional, é que, encheram o cara de bomba quando moleque e os joelhos como não são atingidos pelas tais bombas não aguentam... rompem. Que é um dos melhores não tenha dúvida. Imagine se tivesse um Pelé ou Maradona ao seu lado, já pensou? Coutinho quando foi para o Santos já tinha uma enorme bunda, mas com Pelé do lado qualquer um jogava. Sem Pelé será que Coutinho seria o que foi? o próprio Coutinho admite que não seria. Mas que foi uma dupla maravilhosa é fato.
Ronaldo é sem dúvida um grande vencedor e isso aqui no Brasil não é virtude. O seu melhor prêmio talvez fosse a Cica, mas essa ela já descartou... brilhantemente.
Quanto ao Careca, acho que com ele o fantástico tricolor paulista começou a sentir o gosto das grandes vitórias... e não parou mais... que se vai fazer? ôôôô é tricolôôôr!!!!

Neil Son disse...

peri e hélio: eu não sei dizer se coutinho foi melhor que o ronaldo, e nem mesmo se careca foi melhor que romario, ou este, melhor que o heleno de freitas, por exemplo. o que é impressionante é que, apesar da bandalheira dos cartolas e dos politicos, atraves dos tempos, que tudo fizeram e fazem pra destruir o nosso futebol, e apesar da dimunição dos campinhos de varzea e do futebol de rua, o brasil continua revelando craque atrás de craque. é até difícil explicar isso, não?

peri s.c. disse...

Neil
Difícil definir quem foi melhor. Como dizia o centroavante do palmeiras, o Cesar Maluco : " Pelé é Pelé, o resto é japonês "
Claro, perguntaram : "Japonês ?" ?E ele : " É , japonês. Tudo igual. "

franka disse...

já viu "os simpsons" com ele? é hilário.