sábado, 30 de agosto de 2008

Do túnel do tempo


Ainda sobre o Air and Space Museum, de Washington: o que mais gostei lá foi a parte sobre a aviação comercial e sua evolução - não só tecnológica, como de design, do serviço de bordo, dos uniformes da tripulação. E me deparei com essa maquete acima, de um avião da Braniff no final dos anos 60. Na época, a empresa inovou (como nunca mais se fez, até hoje) ao contratar o grande Calder pra desenvolver pinturas específicas pra cada uma de suas aeronaves. O resultado proporcionado pelo artista, foi uma festa de cores e formas, a maioria delas muito interessante.

E a empresa não ficou nisso, arrebanhando também alguns dos estilistas mais famosos daqueles loucos anos, pra desenhar novos uniformes pra suas aeromoças. Como esse aí debaixo.

Mas infelizmente, durou pouco... as concorrentes, como sempre, foram atrás e acabaram por distorcer tudo, incutindo machismo e vulgaridade na idéia. Reparem no shortinho e na 'atitude' que passou a ser vendida.

Bem... a Braniff faliu, o Calder já morreu, o serviço de bordo está cada vez pior, e viajar de avião, hoje, tem o mesmo glamour de um ônibus da Cometa, na Rodoviária da Barra Funda.

8 comentários:

anna disse...

nostálgico, heim?

acho que tudo no mundo - não só a aviação, que já usou da boa arte - está ficando medíocre.

Márcia W. disse...

"Glamour de um ônibus da Cometa", com menos espaç~p para as pernas e aquele raio de spray ddtzador ou coisa que o valha que eles jogam em cima da gente.

peri s.c. disse...

Neil
Oops, para preservar o charme, pelo menos da Cometa, e não da Estação Barra Funda, vide o post de 24jun07 lá no Armazém, o " Viagens de Charme ".
Nele, confesso, esqueci da Braniff, para as viagens internacionais.

Neil Son disse...

nem tudo anna, nem tudo...

Neil Son disse...

marcia, será que o tal borrifador não é só em cima de muçulmano e latino?

Neil Son disse...

saudades da braniff, peri. e da pan american, da panair, da real, da vasp... vixi, chega!!

Patty Diphusa disse...

E daquelas meias psicodélicas. rs


Bjs

Neil Son disse...

pois é patty... viajar de avião era no mínimo divertido.