terça-feira, 30 de setembro de 2008


Gigante Brazil, baterista, percussionista, cantor e compositor. Carioca de origem, mas ícone do cenário musical paulistano, desde meados dos anos setenta. Aqui, formou a banda Sindicato, fez parte do impagável Coisas do Gênero, tocou com Jorge Mautner, integrou a antológica Isca de Polícia - que acompanhava Itamar Assumpção -, foi da Gang 90, tocou com Marisa Monte na turnê 'Mais'; naquele disco da cantora, é dele o inesquecível contracanto em 'Ensaboa' (de Cartola e Monsueto).

Na foto acima, de Drika Bourquim, aparece entre Ceumar e Suzana Salles.

Nunca mais o seu sorriso desbragado, nunca mais sua energia nas baquetas, nunca mais a sua generosidade. E nunca mais o verei descendo a rua Purpurina, no começo da noite. Grande abraço, Gigante figura.

17 comentários:

anna disse...

com certeza, muito triste. pela história, pela figura.

jayme disse...

Porra, eu não sabia, o que aconteceu??

Patty Diphusa disse...

Ele morreu ontem, Jayme. Acho que foi ataque cardíaco.
O cara dos trovões nas mãos.

Belo post, Neil.

bjs

Ricardo Soares disse...

porra, eu também não sabia...gigante figura... tomei várias biritas com ele nos anos 80
que merda...

marcinho... quanto à sua sugestão da série "pra que serve" sobre excrementos televisivos eu achei muito boa... vou acatar... abs

Neil Son disse...

pois é pessoal... o grande 'giga' morreu ontem, de ataque cardíaco, em sua casa na vila madalena. já faz tempo que não bebia e não fumava; e segundo consta, nunca havia tido nada no coração - a não ser uma imensa disponibilidade para colecionar amores e fazer amigos. que vaya con dios...

Anônimo disse...

E ele tocou, por alguns anos, na Abandonada, com o Marcinho Werneck, o Parodi e o Palilo - lembra, a gente de Ubatuba... Bom som, noites adentro...Tenho um Cd deles que vale ouvir...
RCG

Neil Son disse...

é mesmo RCG? me lembro do Palilo no Coisas do Gênero, mas não sabia dessa 'Abandonada'. vou querer ouvir o CD!

GUGA ALAYON disse...

Que merda, hein?
Vasos chineses quebrando e o ruins ficando...

peri s.c. disse...

Vaso ruim não quebra, Guga.

Neil Son disse...

guga e peri: por falar nisso, sempre lamentei não termos no Brasil aqueles malucos assassinos/suicidas... nem precisa ser um homem bomba (já que o estrago que eles causam é desproporcional), mas apenas um doido com objetivo bem definido: um cara que desse um tiro certeiro no maluf, no fleury (ex-governador), no riquinho mansur... cheguei a ter esperança qdo aquela mulher deu uma facada no acm neto, mas foi muito 'de leve', hehehe...

GUGA ALAYON disse...

deve ter sido com cortador de unha, senão o anão tinha morrido...

GUGA ALAYON disse...

E sobre a teoria de extermínio de políticos & afins, só se houvesse um incentivo fiscal para cobrir a munição gasta nesses merdas.

Neil Son disse...

a coisa mais próxima de um homem-bomba, que o brasil conseguiu produzir foi o beijoqueiro. HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!!!!!!!!

Anônimo disse...

GRANDE GIGANTE!
triste..
beijos,
Luisa

Anônimo disse...

Gigante Brazil (com z?) foi ao encontro do beleléu...
Neil, o blogue ta bom, mas o post anterior, deu uma bambiada.
abraço,
Parangolé

Lord Broken Pottery disse...

Neil, meu caro,
Bom rever o sorriso de minha querida amiga Suzana Salles. Me deu uma baita saudade dela.
Grande abraço

Neil Son disse...

lord, essa foto foi tirada no começo do ano, no festival de musica de s.luiz do paraitinga. que, aliás, é organizado pela suzana.