terça-feira, 11 de dezembro de 2007

Fome Suspeitíssima


Tá na Folha de hoje:

O correspondente do ‘El País’, sempre atento a temas católicos, escreveu sobre o bispo Luiz Cappio, em greve de fome, sob o enunciado ‘Disposto à martírio por rio’. Em entrevista ao Terra, Cappio se comparou a Cristo - e garantiu que a ‘grande maioria’ da CNBB o apóia.

Ué, não tô entendendo nada... A Igreja Católica definiu, há tempos, que ‘só Deus pode dispor da vida humana’, condenando assim, com uma só frase, assassinatos, abortos, suicídios, eutanásias e greves de fome. Quando o tal bispo fez a sua primeira greve de fome, ano passado, a CNBB foi em cima dele e o próprio Vaticano, se não me engano, se envolveu no caso. Agora, silêncio absoluto. E o pernóstico e arrogante religioso ainda se compara a Cristo e sai com essa de que a ‘grande maioria’ da CNBB o apóia.

A verdade é a seguinte: a Igreja sempre apoiou o coronelismo e a politicalha mais sórdida do Nordeste, que por séculos eterniza a miséria e a ‘indústria da seca’. Agora, quando surge ao menos uma idéia concreta que tenta resolver, ou no mínimo, atenuar a desgraça, eles ficam contra. Não estou nem discutindo se a transposição do São Francisco é viável ou inviável, se é um projeto correto ou não, mas me parece claro que essa atitude do bispo e da Igreja como um todo, tem caráter político, sensacionalista e de tentativa de manutenção de um status quo cruel e absurdo.

Quer saber? Que esse bispo morra de fome e que leve com ele, para o túmulo, essa Igreja carcomida e aquele papa nazista.

20 comentários:

anna disse...

contraditório religioso.
mas, quem não somos? contraditórios, eu quiz dizer.

religião é a tentativa humana de se ligar, de chegar a deus.
só acredito no caminho inverso, quando ele faz o trajeto do encontro.

senão for assim a gente fica se achando, empacotando a divindade, traduzindo suas falas, dogmatizando.

melhor que greve de fome seria o bispo ficar em silêncio.

GUGA ALAYON disse...

bispos só servem pra jogar xadrez

Neil Son disse...

anna e suas pérolas valiosas: 'contraditório religioso', 'o inverso trajeto do encontro', 'empacotando a divindade', 'o silêncio do bispo'. sensacional!!

Neil Son disse...

guga: bispos também servem pra carregar aqueles anéis de rubi e pra fazer figuração no filme dos 'coneheads'.

jayme disse...

O bispo é um legítimo herdeiro da Teologia da Libertação, tão próxima ao presidente e sua história. Eu acho que ele tem o direito de se manifestar, e greves de fome são um meio para isso. Mas, sendo ele um padre, fazer greve de fome é mais ou menos como dar uma trapadinha -- pelos motivos já colocados no post. Um ponto que quem viver verá: essa transposição do São Francisco será, se implementada, um dos maiores desastres ambientais do século. Soluções como essa já não vêm dando certo há quase 200 anos. E, posso garantir: para o cara que está sofrendo com a seca, nada vai mudar. É impressionante um governo que se diz progressista propor e patrocinar um projeto tão retrógrado. Mais uma vez, a ministra Marina não foi ouvida. Pena. Quem viver verá.

Neil Son disse...

seinão, jayme... a região do agreste nordestino é vizinha, por um lado da maior bacia hidrografica do planeta, a bacia amazonica; de outro, pela bacia do são francisco. sempre ouvi que israel construiu um oasis no meio do deserto, por meio da transposição de aguas. e a marina silva foi sim, ouvida, assim como alguns dos mais brilhantes - e não comprometidos - especialistas do país. mas não tenho opinião formada, não entendo nada do assunto; alias, cada vez mais tenho cada vez menos opinião formada sobre qualquer assunto.

valter ferraz disse...

Esse projeto é polêmico desde o nascedouro. Os mais interessados(aqueles que moram na parte fértil) não vêem a hora, os mais necessitados não são ouvidos e nem levaqdos em consideração. Em meio ao imbroglio os interesses de alguns, principalmente políticos. A ANA(Ag.Nacional de Águas) tem uma opinião muito consistente à respeito e não é levada em consideração. Enfim, muito polêmica. Mas o atual gobierno não quer saber de papo, e a Superministra Dilma, já afirmou que sai. O sempre-presidenciavel Ciro diz que sai. Portanto, com greve de bispo ou não, sai.
Falando no bispo, melhor seria ele fazer greve de fome pelos meninos de rua. Igualava-se a um outro clérigo daqui do sudeste.
Apoio da CNBB? Além de bispo é mentiroso.
Abraço forte

jayme disse...

Marcio, as letras acentuadas estao saindo todas zoadas. Eh soh no meu computador ou aih tambem?

jayme disse...

Opa! Os acentos voltaram.

Lord Broken Pottery disse...

Márcio,
Não sobrou nada para que eu falasse. O Jayme já disse tudo. Bispo fazendo greve de fome me parece estranho. Tenho pela Marina um respeito enorme, acho que ela deveria ser ouvida. No geral, entretanto, concordo mais com você do que discordo.
Abração

Neil Son disse...

valter, como já disse antes, não entendo nada do assunto, mas sei que a marina foi ouvida e sei que a dilma é uma pessoa muito séria e responsável. sou muito mais elas do que qualquer representante da igreja católica.

Neil Son disse...

é isso aí lord, se a igreja tá contra, é sinal de que o projeto deve mesmo ser considerado.

peri s.c. disse...

Se todo o dinheiro que foi colocado no Nordeste para resolver o problema da seca fosse usado com esse fim, o Nordeste estaria faz muito tempo embaixo de uns 3 metros d'água.
E creio que essa mal explicada transposição não seria a exceção que confirmaria a regra.Tem truta. A quem efetivamente interessa ?
ACM era um de seus defensores, não era? Será que os ressequidos caboclos da região vão ter que aprender a nadar, tanta a água que virá às suas terras carcomidas pelo sol ?
Quanto maior a empolgação governamental, mais desconfio.

Neil Son disse...

não sei peri, essa coisa é muito complicada. o que temos de concreto é um projeto que, bem ou mal, tenta efetivamente resolver um problema crônico e eternizado pelos desmandos e pela crueldade de oligarquias nojentas e cruéis. deveríamos conhecer a fundo o projeto antes de joga-lo na lata do lixo das pinimbas partidárias.

Sibila disse...

Oi Márcio,
então, deixei a nóia de lado e cá estou. Acho, como vc e mta gente, que a Igreja é na sua grande maioria, uma verdadeira putaria - qualificativo que não fosse tão consagrado por sentido diverso e mais perverso que o literal, poderia respingar nas putas, que nada têm a ver com isso. Pra variar, concordo com vc.
Mas teve um tempo - auge da Teologia da Libertação, movimentos eclesiais de base, fins déc 70, início 80 - e, creio, ainda há, grandes projetos sociais ligados a uma Igreja católica mais progressista. Claro que no meio tempo Boffs e Freis Betos foram afastados e muitos católicos acabaram se afastando de sua religião.
Agora cresce a "tendência" Opus Dei. Uma merda!
Ô texto pesado prum primeiro contato em que o + importante a dizer é que foi muito legal ter te conhecido em carne e osso. Beijo.

Neil Son disse...

oi sibila, vc tem toda a razão qto aos movimentos sociais, teologia da libertação etc, dos 70 e 80, mas esses movimentos foram quase que totalmente dizimados pelo joão paulo II, o 'papa bonzinho' e cujo braço direito era o rato... digo, o ratzinger... e volte sempre (p.s.: a anna tá querendo o seu email!)

peri s.c. disse...

Neil
As oligarquias nojentas e cruéis - não discordo de você nessa adjetivação e que ardam por mil anos em todos os infernos - tem sua pesadíssima mão em todos os " grandes projetos " deste país e partilham todos os cargos comissionados de todos os governos, e todas as previsões orçamentáqrias.
Portanto me surpreende ( mais uma das surpresas ) e muito, a negativa do atual governo, de discutir ampla e irretritamente essa questão.
Nos canais e tubulações deste projeto, correrá muito mais do que água ....


Quanto à discussão religiosa, às vezes penso que tanta virulência opinativa anti-clerical no fundo esconde o desejo secreto e inconfessável de participar alegremente da missa das 10, todos os domingos, ah, ah.
Se ateus ou agnósticos, por que tanta preocupação com a Igreja Católica? Hamm ?

( Off-the-commentário : Sibila temos uma foto prá te enviar.)

Neil Son disse...

peri: não sei porque vc insiste nessa tese da 'negativa do atual governo, de discutir ampla e irretritamente essa questão'. ao que me consta, o projeto vem sendo discutido desde o início do atual governo, tá todo mundo dando palpite e o PT é justamente criticado pelo excesso de discussão e reuniões... bem, e quanto à religião, confesso: minha fantasia secreta é ser jardineiro de um convento de noviças carmelitas hahahah...

peri s.c. disse...

Ué, o bispo não reentrou em greve de fome porque o governo, ao contrário do que havia prometido à ele, não reabriu a discussão ?
Algo me diz que o mais ético governo dos últimos 500 anos está macomunado ( belíssima esta palavra ) com as " mudernas " oligarquias, nesta questão.

Quanto ao convento, cuidado, por uma questão hierárquica, suas aventuras libidinosas teriam que começar pela madre-superiora. Eu, heim...

ricardo disse...

Neil
Concordo em gênero, número e grau com vc.
Recomendo artigo da Carta Maior sobre o assunto. Ótimo. Nele, eu só não concordo com a simpatia pelo bispo.
Com todos os problemas que esse governo possa ter (e poderia ser muito diferente???), é o melhor que nós já tivemos. E ponto final, que eu só quis concordar contigo e não prolongar o assunto