quarta-feira, 4 de junho de 2008

It's a crazy world...

Quem lê tanta notícia?

Caetano perguntava isso, há mais de quarenta anos, em 'Alegria, Alegria'.
Hoje, soterrados por informações que chegam pelos mais diferentes meios, a pergunta soa mais atual do que nunca. Nesse turbilhão, me interesso cada vez mais pelas notinhas escondidas no pé das páginas dos jornais. Aprentemente idiotas, são notícias que na verdade, revelam muito desse nosso louco louco mundo. Vejam só:

- As cinzas do ex-líder do Nirvana, Kurt Cobain, foram furtadas da casa de sua viúva, Courtney Love. As cinzas estavam em uma mochila em forma de ursinho.

- Carmen Lucia Portela Santos (PSB), que obteve um único voto nas eleições de 2004, tomou posse, na segunda-feira, na Câmara de Pau D’Arco, Piauí. A vereadora cumprirá quase sete meses de mandato na cidade de cerca de 4 mil habitantes. Ela foi beneficiada pela cassação de Miguel Abreu do Nascimento, punido por infidelidade partidária – eleito pelo PSDB, migrou para o PC do B. Além disso, o primeiro suplente, Reginaldo Sousa Santos, morreu em um acidente de carro em abril.

- A atriz Tatum O’Neal, presa em flagrante quando tentava comprar drogas em Nova York, justificou sua atitude dizendo estar deprimida pela morte de seu cachorro, de 16 anos de idade.

7 comentários:

Ana disse...

Muito justo ficar deprimida com a morte do seu fiel companheiro de 16 anos...

peri s.c. disse...

Há rumores que o sumiço das cinzas foi notado depois de uma visita do Keith Richards.

Neil Son disse...

é justo ana, mas não dá pra usar isso como desculpa quando se vai em cana comprando herô...

Neil Son disse...

peri: tenho informações de que também foi ele o eleitor solitário da carmen lucia.

jayme disse...

Isso sim é notícia!

anna disse...

maravilhosas. esse é o mundo que anda sem cpi's, discursos, promotores, etc

peri s.c. disse...

Neil
a Carmem Lucia é das únicas políticas que pode ter um efetivo tète-a-tète com seu eleitorado, podendo pintar até um certo "clima".
Um novo desafio para os marqueteiros : Campanha ao pé-do-ouvido