segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Joga bosta na Geni!


Em entrevista coletiva ontem, em Bagdá, um jornalista iraquiano tirou os sapatos e jogou na direção de George Bush, que fez neste final de semana a sua última visita ao Iraque na qualidade de presidente dos EUA. Na cultura muçulmana, jogar os sapatos em alguém é o máximo da ofensa, da agressão; é tratamento reservado às pessoas absolutamente desprezíveis.

Exagero? Acho que não. Afinal, Bush pode se dar por satisfeito por não ser enterrado por uma montanha de calçados infantis, pertencentes às (dezenas? centenas?) de milhares de crianças que a guerra já matou.

O número 'oficial' de mortos no Iraque, desde a invasão americana, alcança os 400 mil. Extra-oficialmente, fala-se em 1 milhão de mortos - 60% deles civis; e destes civis, a metade é formada por crianças. Um cenário pavoroso que nós, daqui do outro lado do mundo, não temos nem condições de avaliar. E tudo em nome do que, hein seu Bush? É o horror, é o horror...

34 comentários:

Márcia W. disse...

Pois é, Márcio,

números de mortos que jamais saberemos realmente. Como nunca poderemos efetivamente avaliar o grau do etnocídio perpretado sob os olhos das nações ditas civilizadas.

Fizeram uma conta $$aqui.

pecus disse...

Aparentemente, jogar bosta na Geni ou sapatos no Bush não dá a mesma cana que pichar o vazio.

googalabomber disse...

Pena que sapatos não explodam...

Neil Son disse...

marcia, essa foto dos sapatinhos das crianças mexeu comigo...

Neil Son disse...

é verdade, pecus. que mundo é esse?

Neil Son disse...

guga, deveriam inventar uma versão 'turbo' do sapatofone do agente 86.

anna disse...

tragédia humana.
assim como as milhares de crianças abandonadas e adultos andarilhos nas grandes cidades que habitam esse nosso país.

leila disse...

O interessante do seu post, alem da bonita imagem dos sapatinhos infantis, e' que colocou o assunto sob um prisma bem mais serio - nos outros sites eu tenho visto muita gozacao (e confesso que alguns comentarios me levaram a dar gargalhadas).

Marina Morena disse...

coitada da Geni!
o Bush não é como a Geni... (mas confesso que achei o título engraçado!)
bjs!

Neil Son disse...

é leila, a princípio tb achei engraçado, mas a imagem dos sapatos das crianças mortas é muito forte, muito triste, chocante. o número de crianças mortas no iraque supera o número de crianças mortas por hitler. será que alguém já falou isso aí na gringolândia?

Neil Son disse...

marina, usei a geni apenas como 'gancho', mas confesso que me arrependi um pouco. o assunto, na verdade, é muito sério.

peri s.c. disse...

Gostaria de saber como a imprensa americana noticiou o fato. Será que explicou o significado do gesto ?

Neil Son disse...

peri, no blog da leila ('stuck in sac', linkado aí do lado), tem o videozinho da noticia na cnn.

Patty Diphusa disse...

Sapatada, sapatada nele. Odeio. O puto promoveu a carnificina, faz caras de que não é com ele, e para fechar ainda deixou correr solta a bandalheira dos bancos e quebrou a economia. Dá vontade é de cuspir num cara desses.

hélio disse...

Neil, o jornalista lavou a alma do mundo todo. Quem não se colocou ali, jogando os imundos sapatos e chamando aquele canalha de cachorro inundo (as piores ofensas para um mulçumano). Pena que os sapatos não tenham acertado a cara deste escroto filho da puta. Pena.

Neil Son disse...

é patty, os americanos 'do bem' (sim, eles existem) e o mundo, de forma geral, não mereciam oito anos de bush. não dá nem pra mensurar o estrago que ele causou nesse período. impressionante: o cara conseguiu superar as mais pessimistas previsões...

Neil Son disse...

você tem toda a razão, hélio. só não me agrada o fato de 'cachorro' ser um dos piores xingamentos no mundo árabe. o bicho-cachorro não merece.

Neil Son disse...

em tempo: pra quem não sabe, enquanto atirava os sapatos, nosso querido jornalista vociferou: 'this is your goodbye kiss, you filthy dog!'- ou seja: esse é o seu beijo de adeus, seu cachorro imundo!

Gabriel Rocha Gaspar disse...

Entre os piores nessa história toda está o Governo de coalizão, encarregado de manter a paz no Iraque depois que as tropas americanas saírem, em 2011 - sim, ninguém falou nisso, mas a coletiva de imprensa foi realizada para anunciar a data de retirada das tropas. As desculpas dos arautos do novo Iraque ao presidente Bush foram bastante singelas: "Batemos nele (no jornalista Muntader al-Zaidi) até ele chorar como uma mulher".

Bush fez piada: "Isso só mostra o quanto este país está caminhando para a democracia. Agora, todos têm o direito de querer aparecer". Palmas para o exército norte-americano, responsável por impor princípios democráticos ao Iraque. Cuidado, nações ricas em petróleo: vocês estão em rota de democratização!

Neil Son disse...

putz, esse gabriel é foda! que comentario chocante e sensacional! muito melhor do que o post!! valeu, garoto!!

Anônimo disse...

querido, o fio do seu texto/raciocínio está cada vez mais aguçado. e eu adoro isso. seu texto sobre marisa monte é igualmente arrasador. abração! guzik

Neil Son disse...

caríssimo guzik: elogios seus me deixam orgulhoso - e envergonhado... abraço!!!

Anônimo disse...

tudo bem que o assunto é sério, mas temos que elogiar a rapidez de movimento do bush pra escapar dos sapatos! foi a melhor coisa que ele já fez!
bjs, Luisa

googalabomber disse...

decepcionante mesmo foi a mira do sujeito. Imagina se fosse ele o piloto contra o WTC: podia passar no meio dos dois edifícios e cair no rio...

Neil Son disse...

hahaha, também notei isso, luisa!

Neil Son disse...

o cara mandou bem, guga! o bush é que foi rápido no desvio. ou seja, se ele fosse o piloto, acertava o prédio em cheio, já que este não se mexe. ou melhor, não se mexia...

Ricardo Soares disse...

é isso aí marcinho... sapatada no vagabundo assassino ! também linkei o joguinho no meu blog...abração

jayme disse...

É o horror, é o horror. É preciso que mude.

Sibila disse...

Neil,
o Bush levou um couro mais que merecido, ele tão acostumado a pisar nos outros. Cão, a botinada foi exemplar para quem não sabe que no Irac, Afeganistão, Paquistão, todo lugar além Europa e EUA, existe vida inteligente e cultura diferenciada.
Prá falar a verdade, foi uma saptada de pelíca perto do que ele merecia.
Beijos.

Neil Son disse...

ricardo, o joguinho é o máximo!

Neil Son disse...

espero que o obama tenha força pra realmente mudar, jayme.

Neil Son disse...

sibila, será que o sapato era de pelica?

Sibila disse...

Não, só figurativamente, né?
Não é "de pelica" o tapa que as pessoas "educadas" aplicam nas outras - gesto extremamente sutil e "delicado" cf as boas maneiras - quando se sentem insultadas?
Acho que ele foi educado demais diante do que o Bush merecia, e da raiva e do sentimento de desgraça própria (do pais junto) que o jornalista iraquiano sentia.
Por isso "pelica".
Bjs
Tô entrona hoje, fala a verdade.

Neil Son disse...

entrona nada, sibila. use e abuse!