segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Queime antes de ver...



Muito bom 'Queime depois de ler', novo filme dos irmãos Joel e Ethan Coen; pra mim, melhor do que o anterior - o elogiadíssimo e premiadíssimo 'Onde os fracos não tem vez', violento e depressivo demais para o meu gosto atual. É verdade que a desesperança também está presente no novo filme, mas agora de forma sutil, a partir de um olhar bem humorado, com fina e elegante ironia. Os personagens, sem exceção, são na verdade tristes figuras, todas elas meio perdidas, frustradas e atônitas perante um mundo que parece exigir o que elas não podem dar: é a mulher capaz de qualquer coisa pra conseguir o dinheiro para um 'extreme makeover' (sem realmente precisar disso), é o policial bonitão que queria ser um herói/matador de bandidos, mas que parece nunca ter ido além das funções burocráticas; é o veterano funcionário da CIA que se ilude, imaginando ter grandes segredos pra revelar. E são as próprias instituições, mostrando-se totalmente despreparadas e inaptas. Nesse mundo louco, recheado de incompetências e (in)felizes coincidências, é incrível constatar como tudo pode dar completamente certo... ou não - é a linha tênue do acaso que nos separa do sucesso e do fracasso absoluto, que no mundo dos Coen, pode facilmente ser representado pela 'infelicidade' de uma bala no meio da testa.



A produção é bem sucedida a partir do roteiro, criativo e bem escrito, cheio de ótimas frases; continua com a escolha do elenco, onde é difícil destacar uma só, entre as ótimas atuações de John Malkovich, George Clooney, Frances McDormand e Brad Pitt. E tudo amarrado pela direção segura dos Coen. Em várias cenas, a platéia do cinema divide-se entre o silêncio, a gargalhada, o riso irônico, e o sorriso nervoso - não há um padrão. Isso, por si só, já torna o filme divertido...

11 comentários:

anna disse...

pelo que me lembro, os filmes dos irmãos desde fargo provocam reações diferentes e em ritmos diferentes dos espectadores.

tb gostei.

googala disse...

não posso perder

googalafog disse...

Se queimar dá pra entender?

Anônimo disse...

Neil:
Queimar antes de ver?Vou assistir o livro e ler o filme.Bôa dica.
Günther.

peri s.c. disse...

taí um filme que convida a tirar nossa quase gorda bunda da giroflex e enfrentarmos os dejetos de sacos de pipoca e de rótidoguis, copos amassados e etc dos cinemas.

Neil Son disse...

'fargo' é sensacional, anna! quero ver de novo!

Neil Son disse...

se queimar, acho que dá pra entender e desentender, guga.

Neil Son disse...

gunther, o ministerio gaúcho adverte: muita queimação pode prejudicar o ato de sentar na poltrona do cinema (ou mesmo no sofá de casa).

Neil Son disse...

peri: o espaço unibanco da augusta ainda é um cinema agradável de se ir (agora, serve até cerveja enquanto se espera a sessão!). e na quinta-feira, o valor do ingresso é de apenas R$4,50!!!

peri s.c. disse...

oops, melhorou a excelente dica, Neil.

Eduardo P.L disse...

Não vou perder!